quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Engenheiros criam sistema de propulsão submarino inspirado em polvo

  Pesquisadores do Fraunhofer Institute, na Alemanha, desenvolveram um sistema de propulsão silenciosa para navios e submarinos baseado na movimentação natural dos polvos.
  Animais cefalópodes, como o polvo, podem se mover usando os tentáculos como pernas, mas quando é preciso velocidade, são capazes de expelir um jato de água através de uma espécie de “sifão”. O impulso é suficiente para o animal fugir de qualquer perigo. Foi esse mecanismo natural de adaptação que inspirou o desenvolvimento do sistema de propulsão naval sob encomenda da Manufacturing Engineering and Automation, em Stutgard.
  Dentre as inovações no protótipo, está a possibilidade de impressão 3D dos componentes em uma única etapa. Quatro conchas (bolas flexíveis) imitam o movimento típico dos cefalópodes se enchendo de água através de uma válvula. Em seguida, cabos funcionam como fibras musculares que se contraem quando ativadas pelo pistão, expelindo a água pelo sifão, que pode ser direcionado.
  O projeto está em fase experimental, e atualmente cabe cabe em um aquário médio, mas pode ser reproduzido em escala que pode atingir até 2 metros de diâmetro para as conchas elásticas. Com essas dimensões, o sistema poderia ser empregado em embarcações de porte menor, como barcos de passeio, ou como auxílio para esportes aquáticos, como jet-ski.
  Há também algumas vantagens potenciais em comparação à propulsão atual com hélices: o sistema inspirado no polvo não oferece risco nenhum à vida marinha, pois não tem partes afiadas que possam ferir ou matar animais. Também não requer peças rotativas, tornando-o mais silencioso do que qualquer motor a diesel ou turbina a gás – esse fator pode significar uma revolução em tecnologias stealth. Além disso, a baixa complexidade do mecanismo barateia a manutenção, justamente por não haver peças rotativas.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário